Viva Voluntário ensina como fazer: série sobre Esportes – Festa das Nações

No dia 6 de abril é comemorado o “Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e pela Paz”. O esporte tem potencial na formação educacional e cívica dos cidadãos. Uma característica importante das atividades físicas é sua capacidade de quebrar barreiras linguísticas e culturais, incentivando uma convivência pacífica, o que é possível ver nas Olimpíadas a cada quatro anos. Reconhecendo a importância e o papel do esporte, a Assembleia Geral das Nações Unidas declarou o dia 6 de abril como o Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e pela Paz. Criada por uma iniciativa do Comitê Olímpico Internacional (COI), a data promove o esporte como um instrumento universal para paz e a serviço da sociedade.

Pensando em maneiras de motivar as Organizações da Sociedade Civil a usarem o esporte em suas atividades, no mês de abril o Viva Voluntário vai fazer uma série de posts para te ajudar com um passo a passo na criação de atividades ligadas a este tema.  


                                                                                                          Photo by Andrew Butler on Unsplash


O que é?


De 4 em 4 anos ocorrem os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Já que este ano não teremos a edição oficial do evento, que tal aproveitar esse tema e organizar uma “festa de países”? Você e seus amigos podem escolher uma instituição que atenda crianças e/ou jovens, por exemplo, e fazer essa proposta para a direção. Será um momento de celebração, além de gerar aprendizado e engajamento. 


Funciona assim: dividam-se em grupos e cada grupo ficará responsável por um país. A quantidade de países depende da quantidade de voluntários. Cada grupo é responsável por montar a “barraca” de seu país: comidas, roupas, artesanatos, músicas, fotos, brincadeiras, danças, esportes em que se destacam... a criatividade é que manda! Se for possível, dividam as crianças em grupos para que ajudem na montagem das barracas e se sintam parte da organização. No dia, a ideia é que as crianças e convidados possam circular pela festa, conhecendo um pouco mais de cada país através das barracas montadas e das explicações dos voluntários.

Outra ideia bacana é montar uma grande mesa colaborativa da “gastronomia mundial” com

comidinhas típicas dos diversos países trazida pelos convidados, afinal, festa com comida é

bem mais legal! ;)


Passo a passo:

1. Escolha uma instituição próxima a você e apresente a proposta para os responsáveis.

Se eles toparem, combine data e horário. Não se esqueça de envolver a direção na

organização do evento.

2. Abra a ação na plataforma: www.vivavoluntario.org e convide seus amigos, colegas e familiares. Chame todo mundo para participar, afinal, quanto mais voluntários, maior a festa.

3. Divida os voluntários em grupos, sugerimos de 2 a 4 pessoas. Cada grupo ficará

responsável por um país olímpico.

4. Instrua bem os voluntários, dando sugestão do que pode estar na barraca deles:

comidas, roupas, músicas, fotos, danças, artesanatos, esportes em que o país se

destaca, língua, etc. Aproveitem o espaço no portal para trocarem ideias,

sugestões e materiais.

5. Comece a preparação das barracas um dia antes ou com algumas horas de

antecedência ao evento. Se não tiver barracas ou estrutura semelhante, improvisem.

Apenas distribuam o espaço entre os países escolhidos. Vocês podem usar cadeiras,

mesas, faixas, fitas, cartazes, etc.

6. Se for possível, envolva as crianças e/ou jovens da instituição na preparação, de

maneira que cada grupo ajude aos voluntários de uma barraca.

7. Aproveitem a festa! Convide a família dos voluntários, dos beneficiários da instituição,

a comunidade do entorno... façam desse dia uma grande celebração e um momento de

aprendizado.


Lembre-se:

Fotografe a ação e poste os resultados na plataforma do Viva Voluntário www.vivavoluntario.org para inspirar outras pessoas a fazerem o

mesmo em outros locais. Só tenha cautela com a autorização do uso de imagem antes de

publicar as fotos.


Material Necessário:

  • Barracas, cadeiras, mesas, faixas, fitas, etc. para organizar o espaço entre os países.
  • Cartazes, fotos e materiais de cada país.
  • Comidinhas típicas para as barracas e/ou para a mesa coletiva.


Links úteis: