Viva Voluntário ensina como fazer: Bloco Sangue Bom - doe sangue, doe alegria

Carnaval é tempo de desfile na rua, amizade e alegria. Que tal aproveitar esse período para exercitar também a solidariedade? A ideia é que você mobilize seus amigos e colegas para uma caravana, fazendo um bloco de doadores de sangue, o bloco Sangue Bom. Se houver permissão do hemocentro local, a doação pode ser feita com fantasias e perucas para tornar o clima mais festivo. Se puder se organizar para que as doações sejam feitas antes do carnaval para que os bancos de sangue tenham estoque para emergências, ainda melhor!

O que é?

Então, vamos pôr nosso bloco na rua, vestir nossa melhor fantasia, com direito a perucas, óculos engraçados e não esqueça de usar sua capa de super-herói para salvar vidas! Reúna os amigos e realize uma caravana de doação de sangue.

É importante confirmar com antecedência se o hemocentro da sua região autoriza doadores vestidos com fantasias.


Passo a passo:

1. Entre em contato com o hemocentro local para informar sobre a realização da ação. Eles poderão organizar um plano logístico conjunto. Caso isso não seja possível, informe a data em que pretende convocar os doadores para irem ao hemocentro fazer a doação, de modo a garantir que estarão preparados para recebê-los.

2. Verifique a possibilidade, caso o hemocentro local permita, de levar materiais para distrair aqueles que esperam na fila para doar, como jogos e outras atividades lúdicas, além de utilizar fantasias para aproveitar o clima de carnaval.

3. Após o contato com o hemocentro, você terá uma data e local disponíveis. Com essas informações, confeccione material para começar a divulgação e garantir que o maior número de pessoas possíveis estarão presentes. Lembre aos interessados sobre a necessidade de levar

documentos no dia da doação.

4. Não esqueça de divulgar a ação entre amigos, amigos dos amigos, e colegas do trabalho. Uma boa dica para ter uma ideia do número de pessoas presentes é compartilhar nas redes sociais. Divulgue, também, a ação na plataforma Viva Voluntário: https://vivavoluntario.org/pt-BR

3. Entre em contato com possíveis parceiros, como Rotary Clubes, ONG's, e instituições locais, para solicitar a realização da ação conjunta, trazendo assim mais doadores. Parcerias podem fazer toda a diferença para trazer o sucesso de sua iniciativa.

4. No dia da ação, acompanhe o processo, porém, converse com a equipe da coleta e peça informações sobre como pode ajudar garantindo que todos realizem seu trabalho sem intercessões.

5. Dependendo da situação do hemocentro local, pode haver a possibilidade de ajudar de outras formas, como por exemplo, disponibilizando lanche aos doadores. Converse com os coordenadores da instituição para verificar isso e outras oportunidades de apoiá-los.


Material Necessário:

• Panfletos, cartazes e demais materiais de divulgação;

• Jogos, materiais e fantasias para distrair os doadores na fila;

• Lanches e bebidas, caso seja necessário.


Lembre-se:

• Antes de levar jogos, fantasias, e lanches, verifique com o hemocentro local se isso será permitido.

• Os doadores devem ter entre 16 a 69 anos de idade, e os menores de 18 precisam da autorização do responsável.

• É recomendado ter no mínimo 50 quilos, mas pessoas com peso inferior também podem ser doadoras após passar por uma avaliação médica.

• Para doadores frequentes: o prazo recomendado entre doações é de dois meses para homens e três meses para mulheres.

• Ainda dentro das recomendações básicas: o candidato deve estar descansado (ter dormido pelo menos 6h nas últimas 24 horas), alimentado (evitar alimentos gordurosos nas 4 horas que antecedem a doação), sem ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas antecedentes à doação e sem fumar por pelo menos 2 horas.



Link útil:

• http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/doacao-de-sangue