Seja voluntário e contribua com o fortalecimento do trabalho de empreendedoras - o Viva Voluntário te ensina como

O impacto da prosperidade financeira das mulheres é multiplicador. Diversos estudos apontam que as mulheres são mais suscetíveis a gastarem sua renda investindo na família e na comunidade onde vivem do que somente em compras pessoais. 

No Brasil, segundo o GEM - Monitor de Empreendedorismo Global, as mulheres são a maioria dos empreendedores. Por isso, o Viva Voluntário ensina maneiras de, via trabalho voluntário, ajudar essas empreendedoras a ter cada mais oportunidades de geração de renda. Que tal organizar uma feira que dê visibilidade às mulheres produtoras? 

O que é?

A ideia é organizar uma feira para que mulheres artesãs possam expor e vender seus produtos. Você precisa pensar em um espaço para que ela ocorra: pode ser na sua empresa ou até mesmo no quintal ou na sala da sua casa. Lembre-se que esse espaço tem que ser acessível para os consumidores. 

A ideia é que seja algo “entre amigas e amigos” e para fazer novas amigas e amigos, e que seja simples de organizar: escolha uma data, consiga um espaço e envie os convites. Para convidar as empreendedoras, você pode procurar OSCs que trabalham na região com esse tema ou que conheçam mulheres produtoras nas comunidades. Você também pode usar as redes sociais para convidar mulheres a participar, seja expondo ou comprando. Com certeza todo mundo conhece alguma mulher que produz alguma coisa! e quanto maior a variedade de produtos, melhor. Escolas da região muitas vezes podem ser um bom ponto de apoio, inclusive para abrigar a feira.

Você pode convocar voluntários para te ajudar com a organização da feira. Além disso, uma sugestão legal é pedir que quem puder traga um pratinho ou uma bebida para um café colaborativo. O espaço pode ser ajeitado de forma simples: algumas mesas para exposição, cadeiras, almofadas, vale até cangas de praia. Use nosso portal para organizar o evento e definir quem levará o que.

O objetivo é dar visibilidade às mulheres artesãs, promover a troca entre mulheres dos mais diversos contextos e fortalecer o empreendedorismo feminino.

Passo a passo:

1. Abra a ação no portal e convide suas colegas ou amigas para ajudar na organização.

2. Selecione uma data (a feira pode durar uma manhã ou tarde apenas ou até mesmo, se for na empresa, um dia durante o período de almoço). 

3. Agora é hora de pensar num lugar. Veja com sua empresa se ela pode ceder um pequeno espaço para a feira (uma sala de reunião, por exemplo). Outra sugestão é conversar com as escolas da região, associação de moradores, etc. Você pode fazer uma feira pequena até mesmo na sua casa – use o quintal ou a sala, por exemplo. Divida essa tarefa do local com suas amigas e/ou voluntários da ação, assim aumentam as opções.

4. Convide mulheres artesãs. Use o portal e as redes sociais para convidar e pedir indicações. Uma dica legal é procurar alguma ONG que trabalhe na região, em alguma comunidade próxima, e que possa indicar mulheres para participar.

5. Organize o espaço. Algumas mesas, cadeiras, almofadas, cangas... use a imaginação. Não precisa fazer nada mirabolante ou sofisticado. Crie um ambiente aconchegante e informal onde as expositoras e visitantes possam interagir.

6. Divulgue a feira para as suas amigas e colegas. Use as redes sociais, o portal, o email e claro: o boca-a-boca.

7. Aproveite a feira! Interaja com outras mulheres, conheça os produtos, troque ideias e experiências. Você e as voluntárias podem promover ainda um café colaborativo para coroar esse momento. Não se esqueça de registrar com muitas fotos e postar os resultados no portal e motivar outras pessoas.

Material Necessário:

  • Mesas
  • Cadeiras, puffs, etc.
  • Almofadas, cangas, etc.

Links úteis:

  • Autonomia financeira ajuda mulheres a superar violência doméstica na PB:
  • http://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2015/02/autonomia-financeira-ajuda-mulheressuperar-violencia-domestica-na-pb.html
  • Movimento “Compro de Quem Faz”: http://comprodequemfaz.com.br/
  • Nós, mulheres da periferia: https://www.facebook.com/nosmulheresdaperiferia/
  • Rede de Economia Solidária e Feminista: http://guayi.org.br/?page_id=1584